quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

dez



'Há momentos na vida em que sentimos tanto a falta de alguém
que o que mais queremos é tirar essa pessoa de nossos sonhos e abraçá-la'

LISPECTOR, Clarice

--

Ainda que eu feche os olhos consigo ver o olhar,
as mãos longas e suaves
que volta e meia entrelaçavam meus cabelos.
Por mais que eu queira fechar os olhos
ainda vejo toda a intempestividade.

Só porque eu não quero fechar os olhos
voltam as festas e noites de danças.

Ainda que eu esteja dormindo
o encontro acontece com certa frequência.

Por mais que eu queira dormir


os déjà vus vem e vão.
Só porque eu não quero dormir
os sonhos bons são soníferos infalíveis.

Ainda que os olhos estejam marejados
as lágrimas não embaçam o semblante.

Por mais que eu queira deixar os olhos marejarem
a vejo sempre bela.

Só porque eu não quero deixar os olhos marejarem
a saudade ainda costuma sair por eles, de vez em quando.

4 comentários:

  1. Exatamente tudo o que eu venho sentindo de uns tempos pra cá.

    ResponderExcluir
  2. Saudações Priscila.

    Agradeço-lhe pela visita.

    Estou seguindo seu blog, porque senti força nele, senti convicção e coragem ao escrever.
    Concordo plenamente contigo. Porque mulheres não podem ser valentes, guerreiras ? Porque homens não podem ser sensíveis, doces ?

    Regras involutivas da sociedade determinam nossa regressão.

    Podemos ser o que acreditamos.

    Bjos

    ResponderExcluir
  3. ===

    Ouvi dizer que os olhos são janelas. Ouvi dos provérbios mais antigos. Talvez por pensar assim, às vezes, me debruço neles pra sentir as brisas e ver se escuto passos do coração do outro lado...

    Vir aqui e dar de cara com poesia estendida no varal só me trouxe um banho de boas memórias!

    Eu é que agradeço pela visita nas terras de lá!

    ===

    ResponderExcluir
  4. Com certeza ela está viva dentro de nós e em algum lugar maravilhoso desse infinito universo. Te amo!

    ResponderExcluir